segunda-feira, 16 de outubro de 2017

[ Resenha ] A vez de Anne da Mônica Meirelles



Ano: 2015
Páginas: 300
Idioma: português 

Gênero: Romance / Drama
Editora: Amazon


[ Sinopse ]

O problema não é estar grávida do ex que Anne não ama mais. O problema também não é se apaixonar por um homem mais velho, estranho, que do nada some e não se explica. 
O problema é estar grávida e perder a liberdade, é ver as pessoas que ela considera amigos lhe virarem as costas, é ser traída, ser enganada, é se sentir insegura e abandonada, é não saber o que esperar das pessoas e da vida. No entanto, o problema, antes de tudo, é precisar fazer escolhas e não saber que escolhas fazer, escolhas essas que possibilitará ou não a sua vez de ser feliz, A vez de Anne.


[ Resenha ]

 Anne, uma adolescente entrando na vida adulta, confusa como qualquer outra pessoa se vê apaixonada pelo gato da escola, o Vitor. Começa a nutrir uma paixão por ele e a mudar e querer chamar sua atenção pra si. Eis que deu certo! O gato da escola a notou e a partir daí começaram a namorar. 
 Anne, após 7 anos, onde tudo parecia perfeito, vê seu relacionamento acabar ao descobrir a traição do seu namorado, e pior, a traiu com sua amiga. Ela vê seu mundo desmoronar e mesmo assim decide seguir em frente.
 É Carnaval e Anne vai com sua família e sua melhor amiga Lucy para outro estado relaxar e se divertir. No meio da muvuca, cores, música aparecem muitos caras com propostas tentadoras, porém Anne se mantém firme e infelizmente também não sabe como lidar com tanta novidade, pois passou 7 anos com o Vitor, dedicando-se a um amor que no fim das contas, só ela dava valor, só ela cuidada e vivia. Era como não saber mais caminhar com as próprias pernas. 
 No meio da bagunça carnavalesca, surge um homem que abalou suas estruturas desde a primeira vez que o viu. Parecia um deus grego de tão lindo! E é nesse momento do livro que você queria uma amiga como a Lucy hehehe (não vou dar spoiler). O nome do "deus-muso" ? Daniel. Nome de anjo né e meu xará! No meio de tantos desencontros e encontros em um curto espaço de tempo, Anne se envolve com Daniel e vivem um romance de Carnaval, que como todo romance assim a duração é mínima, mas que marcou sua vida para sempre! 
 Não esperava que em meio a tantos acontecimentos se descobriu grávida do seu ex, o que parecia um carma, não pela criança, mas pela situação. 
A partir daí há muitas reviravoltas, muito drama, mas você acompanha cada passo da Anne, seu crescimento e transformação.
 Por vários momentos me identifiquei com ela e me vi em situações bem parecidas o que por várias vezes me fez derramar rios de lágrimas, pois já me vi na situação de gravidez na adolescência e sentindo-se sozinha, pois os ditos amigos sumiram todos, como se eu tivesse uma doença contagiosa, mas que na verdade não eram meus amigos de fato. 
 Ela está na busca de saber quem é e o que quer e é nessas fases (que todo mundo passa) que nos faz refletir quem somos de verdade e a compreender que cada um tem seu caminho sem precisar perder a sua essência. 
 Assim como a Anne, também cai na minha própria armadilha de querer a felicidade de todos e esquecer da minha, pois isso pouco importava, mas a vida tem dessas coisas. 
 Amei o livro!!! É ótimo para quem está se auto buscando emocionalmente! É um romance bem contemporâneo e com a cara da realidade da geração atual. 
Tem conflito, gravides na adolescência, treta, briga, família, amor e isso fez dele tão maravilindo! Recomendo! 


Nenhum comentário:

Postar um comentário