domingo, 27 de agosto de 2017

[ Resenha ] 11 vezes madrinha nenhuma vez noiva de Mônica Meirelles




Ano: 2016
Páginas: 511
Gênero: Romance / Chick-lit 
Editora: Amazon Servicos de Varejo do Brasil Ltda

[Sinopse ] 

Miga sua loca! Como assim você não quer casar?
Melissa é uma mulher independente, disputada, querida, bem resolvida. Embora todas suas amigas estejam casadas, o que consequentemente causou sua benção em 11 casamentos, Mel não se importa em ainda não ter encontrado o seu "match" mesmo que esteja chegando aos 30. Afinal, Mel é uma solteira que nunca está só! E ela adora isso!
Porém, quando recebe o convite para ser madrinha do casamento de um casal de amigos, inicialmente, Mel fica muito feliz, afinal foi ela quem uniu esse casal. Ela só não imagina que a convivência com a noiva vai fazê-la enxergar que Renata não é mulher certa para seu amigo, Marco, quem há anos atrás ela costumava beijar. Assim, Mel vai tentar de tudo para ferrar com esse casamento.


[ Resenha ]

 Assim como o próprio título diz, a Melissa foi madrinha de casamento 11 vezes, de amigas e primas e nunca se viu no papel da noiva, pois sempre foi muito independente e dona de sua vida, então pra quê se apegar, já que pegar e não se apegar é mais gostoso?!
 Mel é uma mulher bem sucedida, nos seus 26 anos já possui seu próprio negócio. É proprietária de uma loja, a Beijos da Mel, um Atelier que confecciona, aluga e vende vestidos de casamento (parece ironia), embora não seja costureira possui os melhores amigos do mundo trabalhando com ela, sim, amigos, pois ela não os vêem apenas como meros funcionários, são como parte de sua família.
 Em nenhum momento passa na cabeça da Mel casar-se e isso causa até um certo asco da parte dela.Prefere sua liberdade á um relacionamento que no fim dará em fracasso.
 Rê, a sua única "amiga", com aspas, pois a vê mais como colega já que não a conhece muito bem) solteira no momento e vai se casar com seu amigo e ex peguete, Marco. Ele é o sonho de qualquer mulher, pois além de lindo, atencioso, carinhoso é amigo para todas as horas.
 A Rê e o Marco convidam a Mel para ser sua madrinha de casamento. Será o 12º casamento em que será madrinha mais uma vez. De cara a Mel ficou abalada com isso, apesar de não ter nada mais que amizade com o Marco, a deixa balançada por sentir tal sentimento, que é um tanto incompreensível.

" Desde que ele e a Renata começaram a ficar, que me afastei quanto a abraços e beijos. Acho que fica estranho, visto que já tivemos alguma coisa. E agora, aqui nos braços dele, eu penso quanta falta ele faz, Deve ser carência, Mel. Preciso de um boy magia para ontem! "


 A Mel fica ressentida com a Rê, pois ela em nenhum momento quis que o seu vestido de noiva fosse confeccionado pela sua loja e muito menos demonstrou que o faria, preferiu outro Atelier, o que a deixou chateada, embora ela não demonstre.
 Marco é um cara bacana e que mesmo após muito tempo continua amigo da Mel. A amizade dos dois é muito bonita e o que gostei, que apesar do que ocorreu, souberam separar bem as coisas. Infelizmente é difícil ver isso hoje em dia. Adorei a maneira em que foi construída a amizade!
 No começo da história é notável que tem algo errado com a Rê, mas a Mel e o Marco são os únicos a acharem que ela é só alguém que carrega muitos traumas, é muito solitária de amigos e afeto e agora está grávida e sentindo-se desamparada. Isso você vai perceber logo de cara, pois o recepcionista da loja, o Zeca, que é amigo e confidente da Mel destila seu veneno quando o assunto é a Rê, mas daí ele é mais um que quer que ela enxergue de verdade a tal amiga que não passa de uma invejosa.

" - Ah, não é bem assim, - Levando o rosto e reviro meus olhos. E ele deu para ofender mesmo a Renata agora.
   - E como é, gata? Me explica. Porque a única coisa que eu consigo ver é uma vadia aproveitadora disfarçada de noiva! "

 Aos poucos a Mel começa a perceber que a namorada e quase esposa do seu amigo não é esse poço de doçura, que tem muitos segredos e mentiras guardados ali e que ela não medirá esforços para descobri-los, pois poucos dias antes do casamento, alguém aparece em sua loja e a faz desvendar algo do passado da Rê e se vê no impasse de contar ou não contar ao seu amigo.O que fazer? Também já me vi nessa situação da Mel.
 A leitura foi bem rápida, embora estava sem tempo, mas amei e é bem divertida também. Por vários momentos dei risada com as situações que a Mel se metia.
 É uma história que me surpreendeu bastante com o desfecho, foi bem escrita.Recomendo muito!!!
 Muito Obrigada Mônica pela parceira e me dar a oportunidade de conhecer o seu trabalho!



Nenhum comentário:

Postar um comentário