domingo, 14 de janeiro de 2018

[ Resenha] Paixão em Sonora da Andreia Nascimento


Ano: 2017 / Páginas: 118
Idioma: português 
Editora: Independente



[ Sinopse ] 

Giovanna está encarando um grande bloqueio criativo e sabe que precisa deixar sua zona de conforto e ir em busca do que está faltando para conseguir terminar sua história. Em uma tentativa de não desistir de seu romance, ela decide acompanhar as amigas em um festival onde a banda que embala sua inspiração vai tocar. 

Giovanna precisa terminar seu romance, mas além de tudo, ela precisa se apaixonar



[ Resenha ] 


 Giovanna se vê em um bloqueio criativo ao escrever o seu livro. Chegou em uma parte em que não consegue escrever e começa a questionar sua própria vida, pois é Jornalista e acabou largando seu emprego (embora com um salário péssimo), voltou a morar com seus pais para dedicar-se ao seu sonho, mas faltava aquele tempero da vida chamado paixão, para enfim dar continuidade ao livro, e ele estava em falta. 

" Tenho uma missão para esse festival: irei olhar todos os caras nos olhos, irei tentar ver suas almas embriagadas e ver se eu consigo cair de amores por uma. Eu preciso me apaixonar. " 

" ― Paixões são coisas aleatórias. ― Bella recita, como se estivesse uma citação de um livro. ― Um sentimento um tanto transitório que pode acabar em pouco tempo. Não é a coisa mais complexa que precisa de um psicoterapeuta para fazer uma análise clínica do seu estado mental. "

 Eis que suas amigas Eli e Bella tem uma brilhante idéia de ir para o Festival de Sonora, um festival de música, e claro sua banda preferida, a Perfeita Simetria estará lá, banda essa que inspirou o seu livro. Gio já vinha pensando em mudar sua rotina e sair da zona de conforto do seu quadrado chamado quarto, ao qual passava a maior parte do tempo trancada esperando as coisas acontecerem. Daí tomou a decisão de ir para aventurar-se, atrás do tão esperado sentimento de apaixonar-se, o que parecia muita loucura, mas que fazia todo o sentido, pois nunca apaixonou-se de verdade e precisava, de digamos, desse laboratório para sua escrita fluir, para parecer mais realista, porque fica complicadíssimo descrever algo do qual nunca se sentiu verdadeiramente. 

" Porque quando você experimenta o inferno é saber que ainda há alguma coisa boa no mundo. " 

 Topou a proposta e foram em 5: Gio, suas amigas Eli e Bella, seu irmão Ben e o irmão da Bella, o Heitor, que é seu ex-chefe e serviria como motorista. 

" ― Se for para se apaixonar, ― sinto meu coração mais tranquilo ― que seja um ato de bravura e exagero. Bravura para admitir e exagero para gritar ao mundo que está viva. Era isso que vocês queriam, não era? " 

" ― Eu não quero ser julgada por ser a pessoa que jogou tudo para cima por um sonho. Passei minha vida toda sendo julgada, por minha cor de pele, por meus cabelos, por não ser igual ao meu irmão. Eu só queria poder fazer qualquer coisa da minha vida. Eu poderia ter me apaixonado antes, se eu tivesse menos coisas na cabeça, como me preocupar em ter que provar que, independente de qualquer coisa, eu era boa. Em tudo. Eu precisava ser boa, nesse mundo eu preciso me provar por ser mulher, por ser negra e escritora. A louca de sonho impossível. "

 Foram 12 horas de viagem, um fim de semana cheio de emoções, descobertas, diversão e aprendizado. Giovanna passou a conhecer mais de si mesma e a saber o que quer ser e o que deseja para toda a sua vida! Passou a não ter medo do novo e que uma dose de loucura e tequila podem abrir vários caminhos... Hehehe 

 Livro lindo! Amei a escrita! Um livro bem gostosinho de se ler e indico demais! Uma novella que te dá vontade de ler mais e mais sobre os personagens e suas histórias!


Nenhum comentário:

Postar um comentário